segunda-feira, 13 de abril de 2020

Imunização e imunidade de rebanho



As doenças transmissíveis podem ser bacterianas ou virais. Muitas vezes, hábitos de higiene e saneamento básico já são capazes de controlar a disseminação de doenças, como é o exemplo da cólera. Algumas infecções sexualmente transmissíveis (ISTs) podem ser evitadas com o uso de preservativos, como a sífilis, a AIDS e a hepatite B.

As infecções bacterianas podem ser controladas com uma série de drogas conhecidas como antibióticos. No entanto, as doenças virais nem sempre podem ser efetivamente tratadas por medicamentos. Assim, a vacinação se torna, algumas vezes, a única maneira de controlar infecções causadas por vírus.

Controlar uma doença em uma população não significa que todos os indivíduos são imunes a ela, mas sim que uma grande parte destes apresenta imunidade. Isso leva ao seu controle e até à sua erradicação (desaparecimento) e ainda impede ou previne que o patógeno seja transmitido a pessoas que não podem ser vacinadas (imunocomprometidas), por exemplo. Essa imunidade é conhecida como coletiva ou de rebanho e pode ser atingida tanto pela vacinação como pela exposição ao patógeno.

Veja esse vídeo do Instituto Butantan: https://youtu.be/pHL85yQzYmo

Mas a imunidade de rebanho pode parar o novo coronavírus?

Existem três maneiras de controlar o novo coronavírus. A primeira envolve medidas de isolamento social restritivas e testes em massa, de modo que se possa saber quem já foi infectado e quem ainda não foi. A segunda, é a vacinação, porém ainda não há vacina disponível contra SARS-CoV-2. E a terceira forma, é permitir que todo mundo seja infectado eventualmente. Neste caso, tantas pessoas terão sido infectadas, que o vírus não vai conseguir mais se espalhar, pois estas estarão imunes a ele, se sobreviverem.

A imunidade de rebanho ou coletiva já foi observada em epidemias recentes, como a do Zika vírus no Brasil, em 2015. Estudos demonstram que em 2017, cerca de 60% da população testada em Salvador, Bahia, já tinha imunidade ao vírus e que isso pode ter levado ao controle da epidemia.

A alta transmissibilidade de um vírus exige que um número maior de pessoas esteja imune a ele para que a imunidade coletiva seja atingida. Considerando o sarampo, em que uma pessoa pode transmitir o vírus para até 10 outras, para que se tenha imunidade de rebanho, 90% da população deverá estar imune. Por isso, um pequeno número de pessoas não vacinadas pode desencadear novas epidemias. É o que temos observado no Brasil, que teve muitos casos de sarampo no último ano.

Alguns pesquisadores acreditam que a imunidade de rebanho deve ser atingida para controlar a COVID-19. Todas as pessoas imunocompetentes (sistema imune funcional), expostas ao vírus, produzirão anticorpos e, da mesma forma que acontece com a vacinação, a doença poderá ser controlada. Estima-se que, para que a transmissão pare, 60% da população deverá entrar em contato com o vírus, como aconteceu com a pandemia de gripe espanhola em 1918, quando 50% da população mundial tornou-se resistente ao vírus.

Embora muito se especule sobre a imunidade coletiva, não há consenso sobre o uso dessa estratégia, principalmente porque a alta transmissibilidade do vírus SARS-CoV-2 levaria a um número muito grande de casos e ao colapso dos sistemas de saúde, como já pudemos observar na Itália e na Espanha.

Também devemos considerar que, a exemplo do influenza A (H1N1), que sofre mutações com muita frequência e quase todo ano temos uma nova cepa, talvez nem a imunidade de rebanho nem a vacinação sejam efetivas no controle do novo coronavírus. Há muita coisa que ainda não sabemos, por isso a importância da ciência. Somente ela poderá responder a essas questões e nortear nossos passos no enfrentamento dessa pandemia.


Referências


ABBAS, A.K.; LICHTMAN, A.H.; PILLAI, S. Imunologia celular e Molecular. 8 ed. Elsevier: Rio de Janeiro, 2015.

What is herd immunity and can it stop coronavirus https://www.technologyreview.com/2020/03/17/905244/what-is-herd-immunity-and-can-it-stop-the-coronavirus/ Acesso em 09/04/2020.

Imunidade de rebanho. https://gfycat.com/tameclearhoneybadger Acesso em 07/04/2020.


Instituto Butantan. https://youtu.be/pHL85yQzYmo Acesso em 09/04/2020.

Nenhum comentário:

Postar um comentário